terça-feira, 20 de setembro de 2016

NO PRÓXIMO 5 DE OUTUBRO , REDONDO COM UM GRANDE CARTÉL

Como já informa-mos anteriormente no próximo dia 5 de Outubro pelas 17:30 Horas, irá realizar-se mais uma Corrida de Toiros no Coliseu de Redondo Integrada na Feira de São Francisco, assim sendo irão estar em Praça os Cavaleiros, António Telles, João Moura Caetano e Duarte Pinto, as pegas estarão a cargo dos Grupo de Forcados Amadores do Ribatejo, Arronches e Redondo, perante um Imponente Curro de Toiros de Varela Crujo    
.RESERVAS : 91 00 14 730

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

NA CORRIDA DE SÁBADO NO COLISEU- JOAQUIM GUERRA DISSE ADEUS AO MUNDO DA FORCADAGEM

Agradeço todas as alegrias e os bons momentos que ao longo destes 14anos o GFAAElvas me proporcionou; mais que um grupo de forcados, uma familia, amizades que ficam para o resto da vida. Tenho um orgulho enorme por me ter fardado com esta jaqueta. Desejo as maiores felicidades ao novo cabo Luis Machado; tens tudo para levar o grupo a grandes triunfos; um grupo unido e coeso, com muita amizade e que adoram pegar toiros. pelo GFAAElvas venha vinho....

São palavras de Joaquim Guerra na sua página no facebook.

NO COLISEU ELVENSE A NOITE FOI DOS ACADÉMICOS

A tão esperada corrida de touros na feira de São Mateus em Elvas realizou-se, no passado sábado 17 de Setembro .Com um cartel de cavaleiros composto pelo veterano Ruí Salvador e pelos Jovens alentejanos João Moura J.r e Marcos Bastinhas. Toiros de Charrua e Quinta do Mato e Demo.
Forcados únicos em praça, os Académicos de Elvas, em noite de mudança de cabo, como se veio a verificar.


Quanto a mim a noite foi mesmo dos forcados, por enfrentarem seis touros, pela qualidade em praça, pela serenidade em que estiveram toda a noite, de uma enorme responsabilidade.

Mas vamos segundo o meu ponto de vista como vi  a corrida.
Boa entrada de público meia casa forte, a roçar os 3/4º, com um público aficionado .

Rui Salvador esteve igual a si mesmo como o temos visto nos últimos tempos, tenho saudades de ver ´Ruí Salvador com os seus ferros impossíveis, mas em praça mostrou a sua raça
Moura Jr. entrou em praça com muita garra e com vontade de triunfar, com ferros de boa nota cravando ferro arriscados e de valor, mostrando que não ficou debilitado, com o infortúnio que lhe aconteceu na semana passada.
Marcos Bastinhas é como seu pai um caso de raça valor, e também de popularidade.
Foi esperar á porta gaiola os seus oponentes esteve bem a lidar e cravar, talvez com um pouco de velocidade a mais, pois Bastinhas Jr em casa gosta de estar sempre ao mais alto nível.

Vamos aos toiros melhor os de António Charrua, e os de Mata o Demo um pouco desigual de apresentação.


Mas a noite era mesmo dos forcados em noite de mudança de cabo, António Caldeira Patrício despediu-se   no primeiro toiro. Escolheu a pega de cernelha para a sua despedida, mas não foi a escolha mais acertada, visto que os cabrestos que saíram à arena eram muito baixotes, e não tapavam o toiro para que a cernelha se concretiza-se. António Patrício e Joaquim Guerra, viram essa dificuldade e foram e bem para a pega de caras concretizada ao primeiro intento, numa pega muito bem concretizada e prontamente ajudada pelo grupo.
De seguida e no centro da arena, foi o momento e emoção ao despir a jaqueta de ramazens e entrega-la ao novo cabo Luís Machado.

Para o segundo toiro da noite o novo cabo escolheu e bem o jovem elvense João Pedro Restolho, que embora jovem, demonstra em praça muita tranquilidade. Pegou à segunda tentativa, indo muito tempo sozinho na cara do touro, destacando também o primeiro ajuda o experiente Jorge Nazaré sendo chamada à praça para agradecer junto ao seu colega.

Joaquim Guerra, foi o forcado escolhido para pegar o 3º toiro da noite, mas antes brindou ao antigo cabo ao cessante e também ao novo Luís Machado.
Joaquim Guerra foi para a cara do touro com determinação, e executou uma grande pega, para mim foi a pega da noite ao primeiro intento, com o touro sempre a bater e Joaquim Guerra com um grande poder de braços para nunca mais largar a cara o touro.

Gonçalo Machado irmão do novo cabo, foi o forcado que pegou o quarto da noite à segunda tentativa.

Marco Raimundo foi o escolhido para pegar o quinto da ordem, Marco brindou aos céus, em memória de sua mãe e de seu irmão desaparecidos ao principio do ano num trágico acidente de automóvel bem perto de Campo Maior. Marco Raimundo, mais uma vez bem diante do touro, com muita tranquilidade, e o grupo uma vez mais o demonstrar a sua coesão.

Bom e estava-mos praticante no final da corrida, faltando o último toiro, e o novo cabo saltou a trincheira e pegou o último da noite, com galhardia e saber.
Daqui desejamos ao novo cabo toda a sorte do mundo.
Estamos no fim, dizer apenas que diretor da corrida foi o Prof. Marco Gomes, como médico veterinário o elvense Dr. José Miguel Guerra.
Os Académicos está um grupo adulto que merecia mais oportunidades


Esta foi a única corrida de touros na feira de São Mateus, pois para quem é aficionado soube a pouco, talvez mais uma novilhada de apoio aos jovens que estão aí a despontar, isto seu eu a dizer.